O português Rodrigo da Costa foi hoje eleito, por unanimidade, para o lugar de Diretor Executivo da Agência Europeia do Sistema Global de Navegação por Satélite (GSA), sedeada em Praga. O Governo português expressa a sua grande satisfação com esta importante eleição pelo Conselho de Administração da GSA - em que os 27 Estados Membros da União Europeia e a Comissão Europeia têm assento - que encerra o processo de seleção iniciado em 2019 e durante o qual a candidatura nacional contou com o apoio do Governo português numa longa campanha diplomática, coordenada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) em articulação e com um forte empenho dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e das Infraestruturas e da Habitação.


O engenheiro Rodrigo da Costa conta com uma larga experiência de 20 anos de trabalho na área da segurança e da garantia de integridade dos sistemas europeus de navegação por satélite e possui um vasto e profundo conhecimento nesse domínio, bem como do funcionamento da GSA, em virtude do cargo que desempenhava, até à data, como Gestor de Projetos dos Serviços Galileo. Os inquestionáveis méritos do candidato e a sua adequação para o cargo foram confirmados ao longo de todas e cada uma das várias etapas do processo.


A eleição do candidato português para este cargo de enorme importância numa área absolutamente estratégica acontece num momento crítico para a afirmação da ambição da União Europeia no domínio das políticas de segurança espacial e de navegação por satélite no espaço europeu. Assume importância acrescida por coincidir com a prevista transformação da GSA na Agência da União Europeia para o Programa Espacial com o consequente alargamento do seu âmbito de ação. O Governo português saúda a eleição de um português para tão importante cargo.

  • Partilhe