A rotina de milhares de crianças foi interrompida pela necessidade de evitar a propagação da COVID-19. Mais tempo de confinamento em casa, mais comida disponível a toda a hora e mais horas em frente ao ecrã podem potenciar o sedentarismo e o consumo de alimentos hipercalóricos de má qualidade nutricional. Nestas condições, o ganho de peso é uma possibilidade, não só para as crianças como para toda a família.

Mas, também, podemos ver este momento como uma oportunidade para promover o consumo alimentar saudável no seio da família e promover a aquisição de competências de compra e confeção de refeições saudáveis que há muito podia estar adiada.  

Estes são alguns dos motivos pelos quais, a Direção-Geral da Saúde, através do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável publica este breve manual destinado a todos aqueles que por estes dias têm crianças em casa. 

  • Partilhe